Mostrando postagens com marcador frango. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador frango. Mostrar todas as postagens

terça-feira, 8 de outubro de 2013

Frango assado



Carnes assadas à perfeição - douradas por fora, rosadas e suculentas por dentro - sempre me fascinaram e ficaram guardadas na memória afetiva. Colocados à mesa em grandes nacos ou servidos inteiros (dos suínos aos pescados) os assados atiçam as conversas e provocam boas risadas - estilo mesa de família italiana, grande e feliz, cada qual ‘defendendo’ seus pedaços prediletos. Lógico que detalhar estas receitas e ou histórias a vegetarianos não é minha intenção. Nem mesmo a carnívoros que idolatram todos os tipos de carnes, mas optam por degustá-las em pequenos pedaços sem desejar lembrar a origem das iguarias.  No meu caso, as melhores lembranças e sabores de suínos servidos inteiros são as dos que a vó Maria preparava para os almoços natalinos. Inteirinhos, com a casca pururuca e, após apresentados aos comensais, ela reservava a cabeça em lugar especial, já que era o prêmio da cozinheira (confesso que também ganhava uns nacos das bochechas). Mas assar suínos inteiros será o próximo passo - por enquanto apenas seus apetitosos pedaços.
Pernil de leitão preparado por Rodrigo e Gabi
Depois dos pescados (que são de simples preparo), estou aprimorando o preparo das aves assadas no forno. Também opto pelas orgânicas mortas, já que a vó Maria não corre mais atrás dos galináceos para matarmos e depenarmos juntas.
Paleta de cordeiro
A cocção lenta com as carnes temperadas com ervas frescas, cebola, alho, cenoura....e banhadas no líquido confere  às peças suculência superior aos demais processos. Se desejar, com direito a recheio de farofa de miúdos. O melhor –  no mínimo duas horas  o prato pode ser esquecido e o tempo dedicado a outras iguarias. A grande vantagem dos assados é a de que além de serem saudáveis já que são cozidos na sua própria gordura preservando mais o sabor, é que podem ser preparados com antecedência.
Ingredientes
(para assar, usar um recipiente de bordas altas e que adequado ao tamanho da ave. Se não tive um com tampa, lacre com papel alumínio nas 2h primeiras horas de cocção)

Um frango inteiro
Ervas frescas (para o frango, o ideal  é optar pelo alecrim ou sálvia mais manjericão. Um maço generoso)
Uma fatia pequena de gengibre fresco
Cebolas cortadas em quatro
Dentes de alho inteiros e uns quatro para fazer uma pasta de temperos
Sal grosso
pimenta dedo-de-moça picada
Azeite para besuntar a ave
Um limão siciliano cortado ao meio
Manteiga para finalizar (para dourar a ave e adquirir um dourado mais intenso)
Dois copos de cerveja
Água quente – cerca de um litro ( o suficiente para cobrir a ave)
Modo de preparo
- Preparar o tempero com um socador: sal grosso, alhos, pimenta, ervas frescas, gengibre e azeite. Soque até obter uma pasta;
- retire o excesso de gordura (principalmente das laterais da ave e besunto todo o frango (por dentro e por fora);
- Coloque o frango na assadeira e coloque a cebola e os dentes de alho ao redor. O limão também. Regue com mais um pouco de azeite e cubra com água quente e dois copos de cerveja (deverá estar coberto de líquido.
Obs.: Se preferir assar o frango em pedaços opte por coxas e sobre coxas.  após as duas horas de cozimento, retire a tampa ou o papel alumínio e incremente com batatas que ficarão deliciosas absorvendo todo o tempero e sabor do cozido.

terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Sabores da Índia



Frango indiano já grelhado e incorporado ao molho

Imaginativo, variado, colorido, saboroso e alegre. Apenas alguns atributos de um gratificante almoço de comida indiana  preparado pelas mãos do inglês mais brasileiro que conhecemos, o Edward, que contou com a ajuda da dupla Rafael e Felipones. 
Para a grandeza da refeição, contribuíram circunstâncias que sempre fazem um singelo prato se tornar um banquete: amigos queridos compartilhando  o preparo, entre risadas, conversas  brindes e vontade de degustar maravilhas. E se não bastasse um curry vegetariano (elaborado com queijo coalho e espinafre e outro de frango com temperos diversos), o querido casal Fabi e Fernando preparou um Naan, que mesmo assado em forno convencional (não no tradicional  Tandoori) completou o encontro gastronômico. 
 Edward, habilidoso com a mistura de especiarias e temperos indianos, nos proporcionou uma viagem de sabores, com pratos variados com cores diversas, aromas inebriantes e sabores intensos. Nada ficou suave ou insosso, como uma boa comida indiana deve ser.
Caril de Queijo coalho com espinafre
Grandes e apimentadas na medidas, as sobrecoxas de frango (Tandoori Chicken) marinadas em especiarias com algumas horas de antecedência, levam esse nome porque, usualmente, são assadas no forno de nome tandoor. Para a ocasião, grelhadas perfeitamente na churrasqueira, antes de  finalizadas na panela.  
Frango indiano
Ingredientes :
2 kg de sobrecoxa de frango
200 ml de leite de coco
1 colher de chá de cominhos
1 colher de chá de chili em pó (ou malagueta)
1 colher de chá de açafrão
1 colher de chá de cominho em pó
1 colher de chá de garam masala (mistura de sementes de coentro, cominho, cardamomo, cravo-da-índia e canela)
1 colher de chá de Korma Masala
2 iogurtes natural não açucarado
100 gr de manteiga
100 ml de nata
200 ml de molho sugo
3 cebolas média, picada
2 dentes de alho picados
1 colher de chá de gengibre picado
1 bulbo de alho poro picado
1 limão
coentro
sal
Modo de preparo:
- Com, no mínimo 6 horas de antecedências prepare a marinada para o frango, com o 50% do iogurte, limão, coentro, Korma Masala, sal
- antes de ir para a panela, disponha as sobrecoxas numa grelha e asse até ficarem douradas e crocantes.
- em uma panela, aqueça a manteiga  e refogue o alho e a cebola ate ficar translucida. Depois o alho poro e o gengibre. Agregue o Garam Masala. Continue  mexendo  por 2 minutos.
-
Adicione o molho sugo, iogurte, a nata e o leite de coco. Deixe ferver. Reduza e cozinhe por 20-25 minutos dependendo do fogão.
 - Adicione os pedaços de frango grelhados. Deixe ferver por mais 5 minutos.
Obs.: Se desejar com mais molho ponha mais iogurte e leite de coco. Se ficar líquido 
ponha um pouco mais de iogurte. 
As especiarias variam do gosto de cada pessoa, por isso vá pondo aos poucos ate ficar 
ao seu gosto.


Naan
Ingredientes
500g (4 xícaras) de farinha de trigo
1 colher chá fermento em pó
1/2 colher chá de bicarbonato de sódio
sal
1 ovo batido
6 colheres sopa iogurte natural
30g (6 colheres chá) de manteiga derretida
cerca de 250ml (1 xícara) de leite
Modo de preparo
Peneire a farinha, o fermento e o bicarbonato em uma tigela. Tempere com sal (eu coloquei umas 2 1/2 colheres de chá)
Junte o ovo, o iogurte e a manteiga. Misture o leite aos poucos até a massa ficar macia.
Deixar descansando por 2 horas.
Após descansar, sove a massa por 2-3 minutos e divida em 8 pedaços.
Abra em formato oval e se quiser pincele manteiga em um dos lados antes de assar, por 8-10 minutos, em forno pré-aquecido (200C)
Também é opcional cobrir a massa com sementes de papoula antes de assar.
Massa já pronto para o Naan
Naan pronto para ser degustado

sábado, 15 de setembro de 2012

Asinhas grelhadas: o naco de frango de dar água na boca


Suculenta paixão, o churrasco é sempre o campeão para encontros gastronômicos informais. E, para mim, no topo das delícias grelhadas estão as asinhas de frango. Bem temperadas e assadas corretamente - úmidas no interior e crocantes por fora - sempre são sucesso. Come-se com as mãos, queimando os dedos, mas o que vale é garantir seu naco de frango!!!!
Tempero para as asinhas de frango
- 1 kg de asinhas bem lavadas
- 2 pimentas frescas bem picadas (dedo de moça que é mais suave)
- Um punhado de alecrim picado
- um punhado de folhas de manjericão picado
- um punhado de tomilho limão
- 4 dentes de alho
- Azeite
- Limão (50%) da quantidade de azeite que usar
- sal
Pique tudo e besunte bem todas as asinhas. Deixe marinar por 1h na geladeira.
Tire da geladeira uns 15 minutos antes de irem para a grelha. assim, não terão um 'choque térmico' ao irem direto para o fogo
Grelhe, por 1h, com boa distância do carvão. De outra forma, vai secar. 

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Capeletti in Brodo

Muito popular aqui no Sul, o Capeletti in Brodo é preparado apenas com caldo de galinha e capeletti. Mas, claro, cada colônia italiana sulina adaptou sua própria receita. Mesclada com os ingredientes locais, os modos de preparo se diversificam e assumem sabores diversos com ingredientes distintos. Lógico que a massa (capeletti, feito artesanalmente) e o caldo de frango são essenciais.
Hoje, em meio a textos, pautas, fotos e contatos com jornalistas....surgem 5 minutos de descontração sobre o prato. Eu e Lara, parceira  inigualável de trabalho, falamos, 'com água na boca', sobre o tal capeletti. Antes de chegar em casa, passei no supermercado, comprei os ingredientes e preparei esta versão com alho poró, cenoura ralada, cebola e um caldo de frango flambado na cachaça que elaborei na hora, pouco antes de acrescentar os capeletti. Modéstia a parte, ficou divino. Lara, aguardo sua receita para postar aqui no blog.
Ingredientes (para quatro pessoas)
-½ kg de peito de frango (sassami) cortado em cubos irregulares e temperados com pimenta do reino moída na hora
- 2 cebolas picadas em pequenos cubos
- 4 dentes de alho cortados em lâminas bem finas
- 1 bulbo de alho poro cortado em Lâminas bem finas
- 1 cenoura ralada em ralo grosso
- 100 gramas de lombo de porco defumado – no caso a preparada no pastifício, sem sal e com sabor inigualável, cortados em finíssimas tiras, na longitudinal
- 1 litro de água quente
- 1 folho de louro verde
- sal
- cerca de 5 colheres de azeite extra-virgem
- 200 gramas de capeletti fresco, de preferência preparado de forma artesanal (como não tinha tempo, tive que recorrer a um industrial, mas que não comprometeu)
- 1 dose de cachaça para famblar
½ xícara de talos de salsinha ou 1 talo de salsão, bem picado

Brodo em quatro momentos: mise-en-place, flambando 
na cachaça, apurando e pronto para servir
Modo de preparo
- temperar os nacos de frango com pimenta do reino
- Aquecer o azeite em uma panela de fundo grosso e borda alta
- colocar o frango até dourar todos os pedaços. Acrescentar o alho até exalar o perfume.
- em seguida a cebola. Deixe murchar por uns 3 minutos e acrescente a cenoura ralada. Coloque o defumado, mexa, aguarde 2 minutos e agregue o alho poro e a salsinha.
- Mexa bem e coloque a pinga. Flambe até o álcool todo evaporar. Quando o fogo da panela apagar.
- Acrescente a água quente e ferva por 20 minutos
- na seqüência, coloque a massa e deixe cozer por, no máximo, 6 minutos, já que ficará na panela enquanto degusta e vai continuar cozendo.
.
Sirva com queijo parmesão fresco, ralado na hora e temperos verdes.

quinta-feira, 14 de julho de 2011

Ribollita com frango


Os dias de frio intenso nos proporcionam o desejo de uma comida que aqueça o corpo e acalente a alma, e, principalmente, que não dê muito trabalho. Para estes momentos, a ribollita é minha opção predileta (sopa camponesa típica da região da Toscana, que tem muitas variações nos seus ingredientes, mas os principais são os vegetais, carnes, feijões, uma massinha propícia para sopas (curta), e o pão Italiano e queijo parmesão para servir.) Depois de degustar este prato, o ânimo para executar as tarefas diárias do dia a dia é revitalizado. Ao contrário das demais sopas (nas quais os ingredientes são colocados aos poucos, de acordo com o tempo de cozimento de cada um para que todos fiquem al dente), quando preparo a tradicional Ribollita deixo os ingredientes cozerem bem, para se incorporarem e, em um dos cantos da panela, amasso um pouco para que o caldo fique espesso. Só reservo a massa, ervilhas frescas e parmesão.
Ingredientes (para duas pessoas)
- 300 gramas de sassami de frango, ou sobrecoxa sem osso, cortados em cubos sem refinamento. Afinal...é 'tosco'.
- 100 ml de azeite de oliva
- 3 dentes de alho bem picado
- 3 talos de salsão cortados em cubos bem pequenos
- 2 cebolas roxa bem picada
- 1 cenoura cortada em cubos bem pequenos, em pedaços uniformes
- 3 colheres de sopa de manjericão cortados finamente, na longitudinal
- ½ xícara de chá de salsinha, com seus talos bem picados
- 1 folha de louro ainda verde
- 1 pimenta de dedo de moça cortada em lâminas
- 100 gramas de massa curta (pequena) – para a ocasião, usei cassarecce. Outra opção são os bucatines (no Brasil conhecidos como 'ave marias' ou, ainda, 'padre nossos')*.
- ½ xícara e chá de ervilhas frescas
- sal a gosto
- ½ litro de caldo de galinha
- ½ litro de água quente
Modo de preparo
- Pique o frango, os temperos, a cebola e o salsão.
- aqueça o azeite em uma panela de ferro e adicione o frango. Deixe-os apenas mudarfde cor, não dourar
- acrescentar o louro e o alho até que sinta o cheiro no ar
- coloque as ervas (salsinha e manjericão), a pimenta, e deixe impregnar o sabor por cerca de 3 minutos
- coloque os cubos de salsão e, em seguida, a cenoura
- deixe por cerca de 5 minutos em fogo alto para que os sabores se agreguem
- Adicione o caldo e a água
- cozinhe por cerca de 20 minutos com a panela de ferro tampada
- a cenoura praticamente vai se desmanchar e o caldo praticamente secar.
- Acerte o sal e coloque a massa, mexa bem e cozinhe por 10 minutos.
- Desligue a panela e agregue as ervilhas
- Sirva e rale uma boa quantia de queijo parmesão
Este prato, quando se olha, lembra uma massa espessa.  
Ah, para finalizar, se estiver tomando um bom vinho, despeje uma dose sobre o prato. Vai enriquecer o sabor.
* Com relação à massa utilizada, lembro das que minha mãe utilizava. Pegava um maço de spaguetti colocava dentro de um saco plástico e batia sobre a mesa para obter os pequenos nacos necessários para o preparo.
 

quarta-feira, 15 de junho de 2011

Polenta cremosa com ragu de frango

Há quem tenha receio de preparar polenta e opte pelas pré-cozidas. Existe motivo para isso. Lembro-me bem das borbulhas e dos respingos de fubá nas cozinhas de minha infância e as marcas redondas de queimaduras nos braços das minhas avós. Mas nada substitui a polenta cozida lentamente. Para evitar as ‘explosões’ de fubá, acrescente fios de um bom azeite de oliva durante o cozimento.
Utensílios
-- 1 caçarola de ferro não muito grande para o preparo do frango
- 1 faca bem afiada para cortar o frango
- 1 martelinho de cozinha para apoiar o corte
- 1 panela de ferro alta para o preparo da polenta
Ingredientes (para quatro pessoas)
Para o ragu de frango caipira
- 1 kg de coxa e sobre coxa de frango, de preferência caipira, cortados em pedaços pequenos (à passarinho). Pode pedir para seu açougueiro fazer isso ou você mesmo, com uma boa faca e muito cuidado para não danificar o utensílio e também para não se ferir, já que os ossos exigem um pouco de força e o apoio de um martelinho de cozinha
- 1 cabeça grande alho com os dentes cortados em finas lâminas
- 1 maço de salsinha, inclusive com os talos, bem picado
- 1 maço (cerca de 1 xícara de chá) de Nirá cortado finamente
- 1 maço de cebolinha (cerca de 1 xícara de chá) cortado finamente
- um punhado de folhas de manjericão (cerca de 1 xícara de chá) cortados finamente
- 3 ramalhetes de alecrim. Desfolhe os galhos e pique
- 1 pimenta dedo de moça, sem sementes, cortada em lâminas
- Pimenta do reino ralada
- 2 colher de sopa de coloral
- 1 colher de sopa de páprica picante
- ½ xícara de chá de azeite de oliva (cerca de 50 ml) de azeite de oliva para temperar o frango
- 3 colheres de sopa de suco de limão rosa
- ½ xícara de chá de azeite de oliva (cerca de 50 ml) de azeite de oliva para dourar o frango
- 1/3 xícara de óleo de girassol para dourar o frango
- 1 litro de água quente, que será utilizada aos poucos.Por isso, mantê-la sempre aquecida no fogão
Modo de preparo
- Com os pedaços do frango em mãos, retire o excesso de peles e gorduras. Lave bem e deixe secar um pouco num escorredor
- Coloque todos os temperos verdes numa travessa, acrescenta o azeite e o suco de limão.
- Acrescente os pedaços de frango, adicione o sal, pimentas, coloral e páprica picante.
- Misture bem com as mãos para que o tempero penetre bem na carne
- deixe marinar por 1 hora, no mínimo. O ideal são duas horas
- Aqueça a panela de ferro e coloque o azeite e o óleo. Coloque os pedaços de frango aos poucos, mexendo rapidamente uma só vez.
- Deixar dourar todos por igual.
- Se verificar que os nacos de frangos estão grudando no fundo da panela de ferro adicione água quente (bem pouca) e raspe o fundo para não desperdiçar qualquer sabor. Este processo vai proporcionar uma cor dourada ao caldo, que vai engrossando aos poucos.  
- Siga este processo durante 1 hora, utilizando toda a água, sempre quente
- ao final deste tempo, a carne do frango estará totalmente desprendida dos ossos, que deverão ser removidos.
- após retirar os ossos, mantenha o ragu no fogo baixo enquanto prepara a polenta

Ingredientes para a polenta
- 1 xícara de fubá amarelo, de boa procedência e bem fino
- 3 xícaras de água fria para demolhar o  fubá
- 4 dentes de alho bem picado
- 1 fio de azeite para dourar o alho
- 1 litro de água
- Mais cerca de ½ xícara de azeite para o cozimento da polenta.

Modo de preparo
- Misture o fubá com as três xícaras de água fria e mexa bem para dissolver todos os grumos da farinha. Deixe descansar cerca de 15/20 minutos
- Em uma caçarola alta doure os dentes de alho e acrescente 1 litro de água
- Quando ferver, acrescente o fubá e mexa bem
- Para evitar que as ‘bolhas’ comecem a explodir pela cozinha, regue com azeite e não mexa.
- Deixe cozinhar lentamente por aproximadamente 30 minutos, mexendo de vez em quando e regando azeite
- Após este tempo, sirva imediatamente
Salpique com cubos de tomates italianos, que vão proporcionar um colorido ao prato
Este prato aquece o corpo e a alma. 



quinta-feira, 5 de maio de 2011

Sassami de Frango com Legumes


A alma dos alimentos do dia a dia

Cozinhar tem o poder de relaxar a mente e a alma, mas mesmo idolatrando o ritual, em certos dias os ingredientes da sua geladeira não concatenam com uma receita à altura da sua própria admiração. Mas, em outros, singelos filezinhos de frango (sassami), alguns legumes frescos, arroz integral, lâminas de alho douradas e, para dar um toque especial, um caldo de carne reduzido já pronto no congelador, nos iluminam e resultam num prato maravilhoso. Enquanto cozinhava, ainda pude vibrar muito com o Coxa, meu time de coração, dando um baile no Palmeiras, diante dos olhos incrédulos de meu marido fluminense (de cabeça inchada com a queda na Libertadores) o que só colaborou com o resultado final do prato.
  
Ingredientes
- 1 cabeça de alho, com dentes cortados em lâminas muito finas
- 50 ml de azeite de oliva extra-virgem
- 4 sassamis de frango temperados com pimenta do reino
- 200 gramas de ervilhas torta
- 4 flores de brócolis desfolhadas em pedaços grandes
- 2 tomates italianos cortados em cubos não muito pequenos
- 50 ml de caldo de frango
- 1 xícara de arroz integral
- 4 xícaras de água quente para cozer arroz
- páprica picante
- raspas de limão siciliano
Modo de preparo
- Aquecer uma panela com azeite, coloque o arroz integral e frite rapidamente os grãos, Acerte o sal e coloque a água quente. Cozinhe até a água secar. Prove, se estiver muito duro coloque um pouco mais de água, mas deve ficar al dente.
-Coloque o arroz integral para cozinhar.
- em uma panela de ferro com tampa, aquecer azeite e dourar as lâminas de alho.
- Retirar o alho do azeite com uma escumadeira e colocar em um prato com papel toalha
- Temperar os pedaços e frango com a pimenta e a páprica picante, que vai proporcionar cor e deixá-los mais picantes
- Na mesma panela com o respectivo azeite em que fritou o alho  selar os nacos de frango rapidamente
- Desligar o fogo, tampar a panela e descansar por 10 minutos. Com isso, o caldo vai retornar para o centro da ave não deixando-o ressecado
- Retirar o frango e reservar
- Na mesma panela, coloque as ervilhas torta e, em seguida, as flores de brócolis. Fritar em torno de 3, 4 minutos, acertar o sal e agregar o frango.
- Acrescente o caldo de carne
- Tampe a panela e desligue o fogo.
Finalização
- Antes de servir, logo após o cozimento do zrros, coloque um punhado de ervilhas frescas na panela de arroz, com o fogo desligado. Assim vão preservar a ‘crocância’ e explodir na boca.
- Acrescente as lâminas de alho ao arroz
e
Bom Apettite!!!

domingo, 3 de abril de 2011

Bucatini de frango à moda oriental

Para esta massa, que precisava afagar a fome e a alma, decidimos adicionar alguns temperos e ingredientes não usuais no nosso dia a dia, o que tornou este prato com sabor incrível. No caso, o capim limão, da horta (de uma muda gentilmente cedida pelo amigo Ronan), o gengibre e o curry. A inspiração veio enquanto assistíamos o novo programa do Oliver, que preparou um camarão a moda oriental. Trocamos o crustáceo pelo frango e o leite de coco pelo creme de leite.

Indredientes (para 2 pessoas)
- 200 gramas de Bucatini
- água, com sal, para cozer a massa, em uma panela alta
- 300 gramas de frango, de preferência o sassami, cortado em pequenos pedaços desiguais
- 50 gramas de bacon cortado em pequenos cubos
- suco de 1 limão
- 1 pitada de pimenta do reino 
- 1 pitada de curry
- 1 colher de sopa de gengibre ralado
- 1 bulbo da pequena espessura de capim limão picado em rodelas fininhas
- 1 dente de alho bem amassado, com a lateral da faca
- 1 cebola bem moída
- Metade de uma pimenta dedo de moça, sem sementes, bem moída
- 100 ml de creme de leite fresco batido previamente numa travessa
- 1 colher de sopa de manteiga, sem sal
- 3 colheres de azeite de oliva extra-virgem
- Meio maço de manjericão picado
- 1 punhado de tomilho limão

Modo de preparo
- Em uma peneira de alumínio, temperar os cubos de frango com sal, pimenta do reino, suco de limão e curry. Mexa bem e deixe descansar por cerca de 15 minutos para absorver temperos
- Aqueça uma frigideira com o azeite e a manteiga.
- Adicione o bacon e frite em fogo bem baixo para que não toste
- Acrescente o alho, até liberar o aroma e, em seguida, a cebola, a dedo de moça e o capim limão.
- Em outra panela, coloque a massa para cozinhar (cerca de 10 minutos)
- Na frigideira com os temperos, acrescente o frango e deixe fritar lentamente para que os sabores se incorporem
- Para finalizar, coloque a nata e mexa rapidamente com um foie. Acrescente o tomilho limão e desligue o fogo
- Sirva a massa nos pratos e regue com o molho. Salpique com o manjericão.  

quinta-feira, 10 de março de 2011

Sopa de Cenoura com cereais

 
Em Curitiba, as sopas sempre são bem vindas, já que, por aqui, o frio não respeita estações. E para saciar a fome em uma das noites chuvosas de carnaval, preparei uma sopa que já se tornou um clássico do Pastifício, que tem como base cenouras raladas, caldo de legumes e nacos de frango. Para variar, acrescentei alguns cereais integrais em pequena quantidade, já que o amarelo do legume deve predominar. Para facilitar, comprei um mix de cereais e soja (arroz, aveia e cevada integral, trigo em grãos, Centeio, triticale, arroz selvagem e soja).
Ingredientes (para três pessoas)
- 500 gramas de peito de frango cortados em cubos não muito pequenos
- 2 cenouras grandes (cerca de 300 gramas, já descascadas) raladas em ralador grosso
- 1 cebola bem picada (concassê)
- 2 dentes de alho cortados em Lâminas
- 1 colher de chá de gengibre fresco, picado finamente)
- 1 litro de caldo de legumes                                                                     
- 50 ml de azeite de oliva
- sal
- 1 pitada de páprica doce
- colher de chá de pimenta dedo de moça, sem sementes, bem picada
Modo de preparo
- Corte o frango e tempere com a páprica
- Aqueça o azeite e doure os nacos de frango sem deixá-los secar (por isso, os cubos devem ser de cerca de 5 cm, sem necessidade de corte preciso)
- Acrescente o alho até liberar o aroma e, em seguida, a cebola a dedo de moça e o gengibre
- Em fogo bem baixo, coloque a cenoura ralada. Mexa bem e deixe fritar por cerca de 5 minutos.Assim, o legume vai liberar sua cor no caldo.
- Coloque 50 gramas de cereais, mexa novamente por cerca de 3 minutos.
- Coloque o caldo de legumes
- Cozinhe por cerca de 30 minutos.
Sirva e salpique folhas de manjericão  nos pratos.

domingo, 26 de setembro de 2010

Galeto dourado e grão de bico com especiarias

Galeto dourado e grão de bico com especiarias
(Serve três pessoas. Tempo de preparo – cerca de 50 mintutos)
Para acalentar a alma dos amigos, nada melhor do que servir uma comida saborosa e preparada com carinho, numa panela de ferro, com especiarias e ervas frescas. Na ocasião, um galeto, grãos de bico de molho, ervas frescas da nossa horta já colhidas – uma combinação perfeita. Então, vamos para a cozinha.
Para o Galeto:
1 galeto de cerca de 300 grs
3 ramos de alecrim picados
10 mini cebolas inteiras
5 dentes de alho inteiros
1 maço de salsinha bem picado, com talo – só elimine a parte mais grossa do talo
3 colheres de tomilho limão
3 colheres de shoyo
2 xícaras de água quente
100 ml de azeite  extravirgem
Sal e pimenta do reino
1 xíc. De chá de vinho branco seco
Modo de preparo:
Desossar o galeto fazendo um primeiro corte sobre o peito e segundo, com faca bem afiada, rente ao osso. Preserve as asinhas e coxas. Estique a ave e tempere com sal, pimenta, alecrim, salsinha, azeite.  Despeje o vinho e massageie bem a carne. Deixe descansar enquanto prepara o grão de bico.  
Grão de bico
500 gr. de grãos seco deixados de molho em água fria por 1hora
1 litro de água
1 colher de sopa páprica picante
1 colher de sopa de cominho
2 cebolas bem picadas
1 maço de salsinha bem picada.
100 ml de azeite para cozinhar – virgem e
100 ml extra-virgem para finalizar
O primeiro passo para um grão de bico perfeito é tirar a casca, indigesta e que proporciona que o alimento libere mais intensamente seu sabor.
Para isso, afervente durante 10 minutos e passe para uma bacia com água fria. Remexa bem com as duas mãos e vá tirando a casca de todos, artesanalmente. Dá trabalho, mas o resultado é fantástico. À medida que as casacas vão boiando vá retirando e trocando a água. Com dedicação, praticamente 100% é eliminada.
Na panela de pressão, aqueça o azeite virgem, douro a cebola com a páprica e o cominho. Coloque os grãos e a salsinha. Doure um pouco mexendo sempre para não grudar no fundo. Cubra de água – apenas 1 cm acima do conteúdo da panela. Regue mais um pouco de azeite, feche a panela. Após pegar pressão, cozinhe 15 minutos, elimine e pressão,  destampe e mantenha no fogo para engrossar o caldo. Acerte o sal, pimenta. Cuide para que os grão se mantenham ao dente, mas com caldo grosso e levemente dourados pela páprica.
Galeto – Modo de preparo
Retire da marinada, escorra e reserve o líquido.
Aqueça uma panela de ferro pequena, que tenha tampa, no caso uma maravilhosa que o querido amigo Silka me presenteou no Natal de 20009.
Doure a ave inteira, primeiro com a pele para baixo, sem mexer para que não se quebre a ave e a pele não desgrude. Após cerca de 15 minutos, vire, acrescente as cebolas e alhos inteiros, o tomilho limão.
Deixe dourar mais cerca de 10 minutos, em fogo médio para não queimar.    
Depois disso coloque 1 xícara de água quente, tampe e cozinhe 10 min.
Quando secar, mexa delicadametne, coloque o shoyo e mais uma xícara de água.
Nestes últimos 10 minutos, o molho vai engrossar, as cebolas e alho caramelizam e a carne do Galeto se mantém firme.
Sirva os nacos de frango por cima do grão de bico, com um pouco do caldo da ave e cebolinhas francesas picadas para aguçar ainda mais o paladar.
Um brinde à nossa querida amiga Lola.

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Lasanha Caipira


Preparamos essa lasanha graças a um requeijão mineiro, muito saboroso, produzido pelo Laticínios Fazendinha Caipira, de São Roque de Minas. O sabor cremoso do requeijão derretido combinou muitíssimo bem com o peito de frango caipira.

Ingredientes (quatro pessoas)
Massa
200g de semolina
3 ovos caipiras

Molho

Recheio
Um peito de frango caipira desfiado
Um alho poró
Uma cebola
Um naco de bacon cortado em cubos
Requeijão Fazendinha (ralado grosso)

Misture bem a semolina com os ovos até formar uma massa uniforme e deixe descansar, por pelo menos uma hora em geladeira. Enquanto isso, doure o bacon na frigideira, acrescente a cebola o alho poró e o frango já desfiado, com as mãos. Desligue o fogo e reserve. Abra a massa em folhas finas e corte no tamanho de sua travessa. Cozinhe a massa na água com sal e intercale com o ragu, o frango e o requeijão fazendinha ralado, formando de 3 a 4 camadas. Coloque no forno por 20 minutos.

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

Arroz do ‘Papa Carmelo’

Alimentar o meu amado pai Carmelo e sua companheira Kátia com pratos saudáveis, que proporcionem energia e acalentem a alma, tem sido tarefa diária, além das aventuras gastronômicas que fazem parte do cotidiano. Tudo bem que ambos são bons de garfo, mas também sabem apreciar a delicadeza de comidas preparadas com esmero. Os últimos elogios foram tecidos para um arroz, que batizei de ‘Papa Carmelo’
Ingredientes (para quatro pessoas)
2 xícaras de chá de arroz parboilizado
4 xícaras de água quente
1 xícara de caldo de carne
300 gramas de peito de frango cortado em cubos
100 gramas de bacon manta cortado em pequenas tiras
100 ml de azeite
1 cebola bem picada
4 dentes de alho cortado em lâminas
2 talos de salsão cortados finamente, sem folhas
1 colher de chá de cardamomo em pó
1 colher de chá de cominho
1 colher de chá de curry
2 colheres de chá de páprica picante
sal e pimenta do reino
1 abobrinha do tipo verde cortada em pequenos cubos, uniformes
2 colheres de alecrim fresco

100 gramas de ervilhas frescas
Modo de preparo
Aquecer 50% do azeite e dourar, em fogo bem baixo, o bacon. Deixá-los dourados e crocantes. Acrescentar à mesma panela o frango e fritar rapidamente. Colocar alho até exalar perfume e, em seguida, a cebola. Deixar apenas amolecer e colocar 50% do salsão. Colocar o arroz, os temperos, sal, a água e o caldo. Mexer de vez em quando para que tudo se incorpore.
À parte, espalhar a abobrinha com o alecrim em uma forma e deixar no forno, já quente, por cerca de 15 minutos. Ficam como croutons.
Assim que o arroz estiver pronto – deixar ao dente, acrescente o resto do salsão e as ervilhas, mexer para finalizar e distribuir o arroz em um refratário. Espalhar as abobrinhas assadas por cima. Regar com o azeite restante e colocar no forno por 10 minutos.
Se desejar, salpique queijo parmesão.

quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Farofa de couve com frango defumado

Fazia tempo que eu não comprava frango defumado. Mas encontrei esse no supermercado, logo após as festas, num preço ótimo. Não sabia muito bem o que preparar com ele, mas com certeza não seria salpicão. Aproveitando que a Baby estava fazendo seu feijão branco com sálvia cozido no azeite de oliva e com um punhado de couve cortada na geladeira, preparei esta farofa, que acompanhou bem o mais do que esse clássico, brasileiríssimo, feijão com arroz....

Ingredientes - (Para duas pessoas)
As coxas e sobre coxas de um frango defumado
200g de couve cortada fina
uma cebola roxa
azeite de oliva
pimenta do reino
Duas colheres de sopa de farinha de mandioca (de Morretes ou outra bem boa)

Remova a pele de todo o frango e separe as coxas com as sobrecoxas. O restante use como quiser em outra receita. Remova os ossos e desfie grosseiramente, sem tritutar a carne. Corte uma cebola e doure no azeite de oliva. Acrescente o frango, refogue um pouco e coloque a couve, só até ficar verdinha. Acrescente a farinha e sirva com feijão e arroz branco.

sábado, 8 de agosto de 2009

Penne de beterraba

Esse penne de beterraba é elaborado com muito esmero na Oli Gastronomia, espaço que dispensa apresentações, comandado pela chef Geraldine Miraglia. Belíssima pasta, bem fina, leve, artesanal, presente de nossa jovem amiga, Daysi Carias de Oliveira, elétrica sommelier do Bistrô do Victor. Preparamos a massa aqui no Pastifício com um naco de bacon, peito de frango, cebola, ervilha e azeite de oliva. Polvilhada com pecorino ralado, trazido pelo amigo Fernando Naufal, eterno viajante, que destinará sua classe e elegância entre os capixabas. Um brinde aos amigos!

Penne de beterraba (para 4 pessoas)
- Um pacote de penne de beterraba
- Um peito de frango
- Um naco de bacon
- uma cebola
- ervilhas frescas
- sal, pimenta-do-reino, cúrcuma, azeite de oliva
- pecorino ralado

Corte o bacon em cubos e frite lentamente, em lume baixo até ficarem crocantes. Aumente o fogo e acrescente as cebolas, também picadas em cubos. Deixe dourar e adicione o frango, temperado com sal, pimenta-do-reino e cúrcuma. Coloque a massa na água até ficar al dente. Retire com uma escumadeira e acrecente na frigideira, misturando bem com um pouco da água do cozimento. Sirva com pecorino ralado.

Daysi Wine and Roses

Naufal em busca das moquecas